Palavras
1089 views 0 comments

Gabriel Paulo Ramos de Sousa Roldão

by on 10 de Dezembro de 2013
 

- Texto introdutório escrito e lido por Dr. Vitor Hugo Beltrão, aquando da apresentação do livro “"Ao Encontro da Marinha Grande – Circuitos da Memória". de Gabriel Roldão.- Texto introdutório escrito e lido por Dr. Vitor Hugo Beltrão, aquando da apresentação do livro “"Ao Encontro da Marinha Grande – Circuitos da Memória". de Gabriel Roldão:

Permitam-me que as primeiras palavras sejam para apresentar o autor. Poderá parecer um atrevimento da minha parte, pois todos o conhecem, mas não posso fugir à tradição.

Em 30 de novembro de 1935 nasceu na Marinha Grande uma criança a quem foi dado o nome de Gabriel Paulo Ramos de Sousa Roldão, terceiro filho de Teotónio de Sousa Roldão, natural de Oliveira de Azeméis, trabalhando nas Fábricas do Covo e da Bhoémia, nesta localidade, e de Luísa Hermengarda da Rocha Gomes da Silva Ramos de Sousa Roldão. Os dois irmãos eram o João, que vive há muitos anos na África do Sul, e o Dr. Artur Roldão, já falecido, tendo deixado em todos os amigos uma grande e sentida tristeza.
O jovem Gabriel fez a Escola Primária na Marinha Grande, julgo não errar em duas escolas: a 1.ª e 2.ª classes nas antigas instalações da PSP, e a 3.ª e 4.ª classes na antiga Creche Pereira Crespo – hoje Junta de Freguesia. Na 3.ª classe, com o professor Esteves, e a 4ª classe, com a D. Júlia Matias que ainda é hoje uma referência para várias gerações de alunos.
Terminada a 4.ª classe, hoje dir-se-ia, 4.º ano, foi frequentar o Curso Comercial na Escola Comercial e Industrial da Marinha Grande, que terminou com aproveitamento.
Empregou-se no escritório duma empresa familiar durante 14 anos. Entretanto, chegada a idade do serviço militar, foi cumprir em Caçadores 5 e, depois, na Escola do Exército, em Lisboa, de 1956 a 1959.
Terminado o serviço militar, voltou ao anterior emprego, aproveitando para frequentar diversos cursos de formação profissional na área de produção de plásticos, o que lhe permitiu empregar-se numa empresa do ramo até 1970.
A partir daí e até 1989, foi empresário do ramo de Produção e Comércio de Plásticos.
Neste intervalo frequentou o Curso de Piloto Particular de Aviões (PPA) para monomotores até 5700 quilos, pela DGAC, com aproveitamento, desde 1978.
Participou, a convite da Secretaria de Estado do Comércio e do Instituto do Comércio Externo Português (ICEP), em diversas missões comerciais oficiais em Itália, Espanha, Alemanha, Canadá, Japão, Senegal e África do Sul.
Em 1983 foi convidado a participar na fundação do BCP – Banco Comercial Português, e em 1985 na Fundação da Companhia de Seguros Ocidental, Ramo Vida e Outros Ramos.
No ano seguinte participou na Fundação da National Factoring, uma associada do Banco Comercial Português.

– A Política –

Em 1995/1996 foi mandatário, no Concelho da Marinha Grande, da candidatura do Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, à Presidência da República. Nas eleições Autárquicas de 1997 e 2001 foi eleito para o cargo de deputado à Assembleia Municipal da Marinha Grande, como independente, nas Listas do Partido Socialista.
Em 1998 foi nomeado pela Assembleia Municipal membro da Comissão de Toponímia do Concelho da Marinha Grande, cargo não remunerado, que desempenhou durante 6 anos.
Em 2005, na qualidade de independente, foi mandatário da candidatura do Dr. João Paulo Pedrosa à Presidência da Câmara Municipal da Marinha Grande, nas eleições de outubro desse ano, em representação do Partido Socialista.

– O Associativismo –

Foi fundador, em 1970, do Clube Automóvel da Marinha Grande; em 1998 foi fundador da LAMUV – Liga dos Amigos do Museu do Vidro; em 2001, foi fundador do Rotary Club da Marinha Grande, tendo sido eleito o seu primeiro Presidente; em 2004, foi eleito Presidente do Conselho Fiscal da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Marinha Grande e atualmente Presidente da Assembleia Geral da mesma Associação.

– A Cultura –

Publicou nos jornais e revistas locais diversos artigos de opinião e temáticos sobre a história da Marinha Grande.
Publicou, em 2000, o livro "100 Anos", comemorativo da celebração do 1.º Centenário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande.
Publicou o trabalho "A Toponímia da Freguesia da Marinha Grande – Sugestões", em 2000, documento que foi aprovado pela Assembleia Municipal, para ser aplicado a nível do concelho.
Publicou cerca de 60 biografias sobre figuras marinhenses, que podiam ser homenageadas na toponímia, na "Agenda da Cultura Municipal da Marinha Grande", entre Janeiro de 2001 e Outubro de 2005.
Realizou diversos trabalhos de genealogia, investigando a origem de algumas famílias locais, colaborando com Luís Abreu e Sousa, outro estudioso da história da Marinha Grande, possuidor de inúmeros documentos, notável trabalho de heurística, mas que o trabalho o tem impedido de estudar, de interpretar e de publicar.
A partir destes estudos, recolheu ainda importantes documentos sobre a história da Marinha Grande que, a par de outros meios de investigação conseguidos, lhe permitiram elaborar um volumoso trabalho sob o título "Elucidário da Marinha Grande – Pereira Roldão – Velha Família da Marinha Grande", editado em 2009.
Em Janeiro de 2005, para alunos de um Colégio local, preparou o trabalho "A Vida, a Cidade, a Fábrica, o Pinhal e 3 Homens".
Em Março do mesmo ano preparou uma conferência para os alunos da Escola Secundária Calazans Duarte subordinada ao título "A Implantação da Indústria Vidreira na Marinha Grande".
Em Novembro de 2006 publicou, para uma conferência realizada no Rotary Clube da Marinha Grande, o trabalho intitulado "Marinha Grande na Ilustração Portuguesa 1910-1922".
Em 2013 publicou o livro "Ao encontro da Marinha Grande – Circuitos da Memória – Elucidário da Marinha Grande", que aqui nos trouxe.
Para finalizar esta "breve" biografia, resta dizer que reside em S. Pedro de Moel, que casou em 1963 com Albertina José Canário Barosa de Sousa Roldão, tem dois filhos, João Paulo e Maria Margarida, e cinco netos, João Rodrigo, Gonçalo Nuno, António Pedro, José Eduardo e Mafalda.

FONTE:  Texto retirado do site: Textiverso

Nasceu na Marinha Grande no dia 30 de Novembro de 1935, terceiro filho de Teotónio de Sousa Roldão (04.12.1902 – 23.12.1972) e de Luísa Hermengarda da Rocha Gomes da Silva Ramos de Sousa Roldão (17.08.1894 – 03.09.1991). Reside permanentemente em S. Pedro de Moel.
Tem os cursos Comercial, da Escola Comercial e Industrial da Marinha Grande, e de Piloto Particular de Aviões (PPA) para monomotores até 5.700 quilos pb, DGAC, desde 1978. Frequentou ainda cursos de Formação Profissional na área de produção de plásticos.
Depois de empregado de escritório numa empresa familiar, foi director comercial de uma empresa de plásticos e, finalmente, empresário do ramo de produção e comércio de plásticos de 1970 a 1989.
Participou, a convite da Secretaria de Estado do Comércio e do Instituto do Comércio Externo Português, em diversas missões comerciais oficiais em Itália, Espanha, Alemanha, Canadá, Japão, Senegal e África do Sul.

Em 1983 foi convidado a participar na fundação do BCP – Banco Comercial Português e em 1985 participou na fundação da Companhia de Seguros Ocidental, Ramos Vida e Outros Ramos. No ano seguinte participou na fundação da Nacional Factoring, uma associada do Banco Comercial Português.
Foi fundador em 1970 do Clube Automóvel da Marinha Grande; depois, em 1998, da LAMUV – Liga dos Amigos do Museu do Vidro da Marinha Grande; e, em 2001, do Rotary Club da Marinha Grande sendo eleito o seu primeiro Presidente.
Publicou nos jornais e revistas locais diversos artigos de opinião e temáticos sobre a história da Marinha Grande.
Em 2000 foi autor do livro "100 Anos", comemorativo da celebração do 1º. Centenário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande. E, ainda em 2000, publicou o trabalho "A Toponímia da Freguesia da Marinha Grande - Sugestões", cujo documento seria aprovado pela Assembleia Municipal para ser aplicado a nível do concelho.
Foi responsável por cerca de 60 notas biográficas sobre figuras da toponímia marinhense publicadas na "Agenda da Câmara Municipal da Marinha Grande" entre Janeiro de 2001 e Dezembro de 2005.
Realizou diversos trabalhos de Genealogia, investigando a origem de algumas famílias locais, colaborando com Luís de Abreu e Sousa. A partir destes estudos recolheu ainda importante documentação sobre a história da Marinha Grande que, a par de outros meios de investigação conseguidos, lhe permitiram elaborar um volumoso trabalho sob o título "Elucidário da Marinha Grande", que se encontra neste momento na fase inicial de revisão para eventual publicação.
Em Janeiro de 2005, preparou o trabalho "A Vila, a Cidade, a Fábrica, o Pinhal e 3 Homens" para alunos de um colégio da Marinha Grande. E em Março do mesmo ano foi responsável pelo trabalho "A Implantação da Indústria Vidreira na Marinha Grande" que preparou para uma conferência para os alunos da Escola Secundária Calazans Duarte. Finalmente, em Novembro de 2006 publicou, para uma conferência realizada no Rotary Club da Marinha Grande, o trabalho intitulado "Marinha Grande na Ilustração Portuguesa 1910-1922".
Tem para publicação em 2009 o trabalho de investigação "Ao Encontro da Marinha Grande - Circuitos da Memória", que contém uma série de conferências realizadas no Rotary Club da Marinha Grande entre 2008 e 2009.

FONTE:  Texto retirado do site: Textiverso

Outras áreas de Palavras