Palavras
1253 views 0 comments

Associação Cultural e Recreativa da Comeira

by on 22 de Novembro de 2013
 

comeiraAssociação Cultural e Recreativa da Comeira

Este clube iniciou-se em 1963, com o nome de Grupo Desportivo da Comeira. Foram seus fundadores os senhores Francisco Vicente, Joaquim Pinto, Silvino Pêcego (“Borracho”), Tibério Braga Pontes, José Gomes da Silva, Constantino Gomes da Silva, Joaquim de Sousa, José Francisco Pinto, Manuel Dinis, António Lucas, João Odorico, Franklim Ramos, Albano dos Reis, Floriano Ezequiel Carvalhais e Ernesto Ezequiel Carvalhais.

Inicialmente, o clube foi fundado para a prática do futebol, mas em Junho de 1971 sofreu grande transformação: legalizou-se, passando a denominar-se Associação Cultural e Recreativa da Comeira; os sócios construíram uma sede social, localizada no centro do lugar, em terrenos adquiridos, e desenvolveram outras actividades, principalmente no campo da cultura.

A sede social, que se compõe de uma sala com bar para convívio dos sócios, sala da Direcção, cozinha, balneários e um salão para festas com palco para teatro, é um bom edifício. A associação possui ainda um bom campo para futebol e um recinto para festas de arraial.

No campo desportivo, além dos jogos de salão pratica o chinquilho e o futebol. Nesta modalidade tem disputado o Campeonato Popular do Oeste, cuja Taça Disciplina já ganhou por duas vezes. As cores do clube são: camisola azul e calção branco.

No campo cultural a sua acção tem andado à volta do teatro, dinamizado por Francisco Vicente. A CMMG tem dado apoio a esta secção cultural, subsidiando-a; no ano passado, contribuiu com 50 contos.

0 clube realiza também, anualmente, festejos populares, donde lhe vêm os principais proventos. De notar que, por força estatutária, as Direcções deste clube nunca podem entregá-lo às seguintes com dívidas. Tem cerca de 500 sócios, que pagam a cota mensal de 10 escudos. Tem um sócio honorário, que é o senhor Diamantino André. Os actuais Corpos Gerentes da Sociedade compõe-se dos sócios Francisco Vicente (presidente da Assembleia Geral), Abel Ascendino (secretário), Artur Francisco (presidente da Direcção) Joaquim Pêcego (vice-presidente),Vítor Soares (secretário) e Álvaro Carvalho (tesoureiro). (*)

(*) – Texto datado pelo Autor (Dezembro de 1984).

 

condensado de: Cidade de Marinha Grande – Subsídios para a sua História
autoria de: João Rosa Azambuja
edição de Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Marinha Grande
edição integrada nas Comemorações dos 250 anos da Indústria do Vidro
data de edição – Dezembro de 1998

Outras áreas de Palavras