História
997 views 0 comments

Casal do Malta

by on 20 de Outubro de 2013
 

casal do maltaCasal do Malta

Casal de Malta é limitado e sul pela Linha do Caminho de Ferro do Oeste – Ameirinha, a norte pela estrada Marinha/ Leiria a nascente pela Avª. 1º de Maio e a poente pela estrada Marinha/Nazaré.

Com rigor, desconhece-se desde quando foi habitado este lugar. Tendo como referência documentos escritos por Dr. José Custódio de Morais, Professor da Universidade de Coimbra, que escreveu em “Memórias e Notícias”, Coimbra, 1936:

      Na parte oriental do pinhal da feira (Casal de Malta) num bairro, onde se explorava barro para uma fábrica de tijolo, apareceu uma espécie de forno debaixo de uma camada de massas argilosas que então nos pareceram de deposição natural, com 2 m de espessura”. 

Escola do Casal do MaltaNo mesmo trabalho o autor indica a existência de 80 pessoas em 1527 como população da Marinha, e como os terrenos circunvizinhos da fábrica Stephens são os mais ricos da região da Marinha Grande, tendo sido adquiridos por este inglês em Malta, tudo demonstra que foi este o local onde se fixaram os primeiros povoadores da região e onde teria início o seu futuro desenvolvimento industrial.

Assim, pelo que atrás foi referido, pode-se afirmar que na verdade esta zona terá sido habitada e arroteada pela Ordem de Malta, a quem há alguns atrás os sucessivos reis de Portugal distribuíram terras com o fim de desenvolver o País.  

De referir também, que os nomes de Casal Novo e Casal da Ordem já são mencionados, quer pela Câmara da Marinha, quer pela Câmara de Leiria, no início do século passado, como foros. Por tudo isto, a etimologia correcta é CASAL DO MALTA e não DA MALTA ou DO MALTA, como erradamente se continua a pronunciar e a escrever.

Unable to parse entered address. API response code: OVER_QUERY_LIMIT

Outras áreas da História
 
Esboço Histórico